Quer Plantar Margaridas Amarelas? Aprenda a Cuidar

Publicidade:

É quase impossível encontrar uma pessoa no mundo que não tenha ao menos um pouquinho de apreço ou interesse por plantas em geral. Elas fazem parte do nosso ecossistema, embelezam os ambientes, dão viva aos locais, e apresentam em geral, além de características ornamentais, também aspectos comerciais e, por vezes medicinais. Das milhares de espécies que se têm conhecimento no mundo, aas flores estão entre as mais queridas, por diversas razões. Podem ser usadas com finalidades também diversas que vão do paisagismo à decoração.

Uma das mais apreciadas no mundo inteiro são as margaridas. Conhecidas por terem diversas subespécies, popularmente são chamadas de margarida, margarita, margarida-vulgar, margarida-menor, margarida-comum, margarida-inglesa, bonina, bela-margarida, sempre-viva, margaridinha, mãe-de-família, margarida-rasteira, rapazinho ou rapazinhos – pertencem à família das bellis perennis – e são encontradas em abundância nas floriculturas de todo o mundo.

Há uma variedade enorme na coloração das margaridas – com lígulas brancas, rosadas, vermelhas ou roxas, de forma simples ou dobrada, as margaridas amarelas são exemplares muito populares e que podem alegrar a decoração da casa ou ainda servir para serem utilizadas na composição de um lindo buquê de noiva.

Publicidade:

N idade Média, as margaridas amarelas eram utilizadas na alimentação de crianças, com o intuito de que elas não crescessem muito. Isto acontecia porque havia o mito de que se alimentadas com este tipo de flor, as substâncias presentes em suas pétalas, provocaria o ananismo e, anões eram muito valiosos, já que podiam ser vendidos para circos e cortes, a fim de animar as pessoas.

Vistosa, florífera, e de cultivo fácil e de custo baixo, se comparada a tantas outras espécies, as margaridas amarelas também são muito apreciadas para o paisagismo. Se plantadas em jardins com o intuito de se criar um grande relvado, elas dão um toque muito especial, por contrastarem com o verde da grama.

As margaridas florescem na primavera, e no verão, produzem a inflorescência, com coloração amarelo-ouro, sendo que o centro é castanho e roxo. A folhagem das margaridas amarelas é possuem bordas serrilhadas e de coloração verde-escura. Elas devem ser cultivadas em locais que tenham bastante luz, de preferência solar. Apreciam solo rico em adubação orgânica.

24. setembro 2013 por Steve Antonio Gomes
Categoria: Flores | Tags: , , , |