Flores, Um Negócio Delicado, Porém Promissor

Publicidade:

Flores são amadas por todas as pessoas no mundo inteiro. Associadas ao homem em diversas culturas seculares apresentam, não somente grande beleza, como também rica simbologia:  passam da fertilidade à alegria; da sedução ao amor eterno; da riqueza ao nascimento e a criação.

E em geral, quem passa por uma floricultura, o primeiro impulso é a vontade de se levar logo aquele montão de flores para a casa. Para iluminar a residência, alegrar o dia do ser amado, ou simplesmente para poder se auto – presentear.

Agora, quem cultiva flores para revenda? Será que se trata de um negócio viável?

Duas questões precisam, em primeiro lugar, ficarem muito claras. Flores são delicadas e possuem durabilidade curta. É muito comum que as pessoas que compram as flores perguntem quanto tempo elas irão durar, pois a tendência de pensamento é: se são bonitas, devem ser duráveis. Enganam-se. São delicadas e possuem prazo de validade.

Publicidade:

Dito isto, pode-se concluir que um negócio voltado para o mercado de flores, é negócio para lá de arriscado, além de inviável. Outro engano. Tanto o cultivo quanto a comercialização de flores têm crescido nos últimos anos. Segundo dados estatísticos, o aumento na produção e comercialização chegou a 30% nos últimos anos, em particular com o surgimento das novas ferramentas de comercialização através da internet.

Justamente porque as pessoas querem deixar os ambientes onde elas passam a maior parte de seu tempo, agradáveis e perfumados, o consumo de flores tendeu a aumentar significativamente. Sem contar que em períodos de sazonalidade – verão, primavera, datas comemorativas – a venda praticamente dobra de volume. Somente no Brasil, o mercado de flores tem movimentado mais de $ 94 bilhões de dólares. O que não é nada inexpressivo. O Brasil ainda coloca-se como  sendo um dos maiores produtores e exportadores de flores do mundo, dada a variedade de espécies que se encontram no país.

Há ainda neste segmento, o mercado de flores ornamentais, o qual tem crescido significativamente. Dependendo do nível de investimento tecnológico, o faturamento pode aumentar ainda mais a lucratividade do empreendedor do ramo de flores.

24. fevereiro 2014 por Steve Antonio Gomes
Categoria: Flores | Tags: , , , |