Conheça as Flores Ideais Para Utilizar no Buquê de Noivas

Publicidade:

A escolha para a flor utilizada no buquê de noivas nunca é uma tarefa muito fácil. Afinal de contas além de combinarem com todo o seu estilo e o seu vestido de protagonista da noite, elas acabam sendo bem adequadas para a época do ano para que possam ficar mais e mais bonitas no dia de festa realizado.

No mês de maio principalmente, para quem vai casar, são indicadas para o arranjo algumas espécies diferenciadas para um arranjo, o que são as que podem  se desenvolver da melhor forma possível no outono. E por este motivo confira a seguir algumas espécies que poderão fazer toda a diferença e aprenda as cultivar em casa para ter como uma recordação.

A Gérbera

Esta que é uma planta típica da estação, é uma espécie sempre lembrada por noivas que sobem no altar no mês de maio. Esta planta é fã de umidade e precisam sempre ser regadas por duas vezes por semana, e expostas ao sol intenso durante três horas por dia para ficarem bonitas.

A hortência

Bastante comuns em colorações de azul e rosa, este é um tipo de flor que poderá ser plantado tanto nos vasos como também de forma direta nos solos. Uma planta que é de cultivo bem simplificado, poderá se desenvolver da melhor forma possível á meia sombra, com uma luz solar indireta e ainda regas frequentes, ela é bastante adaptada para climas mais secos.

Publicidade:

A Azaléia

Suas flores roxas bastante características, rosas e brancas agradam muito e em cheio as suas noivas. Para que possam ser cultivadas em casa, é importante se ter uma luz solar de forma direta, por pelo menos quatro horas diárias, assim como é preciso contar com suas regas moderadas e feitas apenas quando o solo estiver bem seco.

A margarida escura também é interesante

Nativa dos Estados Unidos, esta é uma planta que acaba encantando as noivas com suas flores amartelas, de detalhes marrons, elas se desenvolvem de forma excelente no sol pleno e também em solos que são ricos em matéria orgânica. Apesar de tudo isto são plantas que se adaptam muito e desenvolvem a baixas temperaturas bem como períodos de grande seca.

07. janeiro 2015 por Steve Antonio Gomes
Categoria: Flores | Tags: , , , , |