Como Montar Uma Floreira em Casa

Publicidade:

Plantar em terra adubada e escolher flores de características semelhantes são fundamentos básicos para compor uma floreira. Floreiras são recipientes para colocar flores de todos os tipos. As floreiras podem ser de plástico, cerâmica, de alvenaria, de louça, de vidro, madeira, ou mesmo metal. Coloridas e de formas variadas também, embora as mais comuns sejam as retangulares, usadas normalmente para serem postas sob as janelas, sacadas, patamares e até mesmo alpendres.

 

Para montar uma floreira – ou várias floreiras – em casa, o primeiro passo, a ser realizado é a escolha do recipiente. Vale lembrar que alguns recipientes são mais fáceis de serem mantidos dos que outros. É o caso dos recipientes de plástico, pois têm a vantagem de serem leves, contudo, eles impedem a troca direta de água e ar entre as plantas e o meio ambiente. O modelo mais indicado é o de cerâmica, já que sua porosidade facilita as trocas e não deixa a raiz da planta úmida.

 

Outro tipo de recipiente muito usado é o de cimento. Embora seu uso seja    um dos mais vistos em montagens de floreiras, ele apresenta algumas desvantagens, principalmente, ao longo prazo. A primeira delas é que sua estrutura fixa e pesada garante melhor resultado apenas em locais grandes. Se mesmo assim, a opção for por um modelo de cimento, escolha os que tenham furos embaixo e evite pintá-los para não impermeabilizar os materiais e, assim, garantir uma maior durabilidade das plantas.

 

Publicidade:

Definido o tipo de vaso é importante definir se serão usadas mudas ou sementes para o plantio das plantas. Há uma vantagem imediata na escolha das mudas: a beleza das plantas será imediata. Contudo, o custo de mudas floridas é muito maior do que o das sementes, e a durabilidade é  pequena.

 

Já quem aposta em fazer uma floreira com sementes, tem de saber esperar, já que elas levam um tempo para crescer, bem como para florir. Entretanto, o custo com a escolha desse procedimento é muito baixo, o que pode ser uma boa pedida, em particular para quem esta começando a se enveredar no mundo da jardinagem.

 

A fase inicial de uma floreira é sempre a mais delicada e que exige muita atenção de quem está cultivando-a. Evite colocar a semente de forma direta na floreira. Faça o plantio em uma bandeja e replante a espécie somente quando houver a germinação. Use terra adubada, e opte por espécies que floresçam o ano inteiro, como érica, alisson, onze-horas, gerânio, jasmim-amarelo, flor-de-coral, violeta, azulzinha, cravina, azaleia, rosa, rabo-de-gato, amor-perfeito e begônia.

10. fevereiro 2015 por Steve Antonio Gomes
Categoria: Floreira | Tags: , , , |