Como Cuidar das Plantas do Jardim em Períodos de Férias

Publicidade:

Uma grande preocupação por parte de quem possui plantas ou jardins em casa, é o que fazer durante o período de férias. Caso as pessoas sejam moradoras em prédios, é comum o compartilhamento da ajuda de vizinhos que às vezes ficam com a chave dos apartamentos para poder regar aquelas plantinhas que ficam nas pequenas varandas ou ainda nas janelas das cozinhas. Mas o que realmente fazer quando se tem um jardim maior ou com uma maior distribuição de plantas que foram selecionadas paisagisticamente? Os especialistas apontam o que fazer em cada uma das situações e ainda dão dicas para aqueles que não vão poder contar com a ajuda de ninguém.

Para quem tem o costume, queira por diversão ou necessidade de trabalho, ficar longos períodos fora de casa, a primeira dica é na hora de escolher as plantas que serão cultivadas em casa. O melhor é sempre optar por aquelas que resistem mais aos longos períodos de secura, ou seja, sem a necessidade de rega diária.

Escolher as plantas das famílias das agaváceas, cactáceas e aizoáceas são as mais indicadas. Plantas rústicas, com pouca exigência de solo e água, e com baixíssima incidência de pragas e doenças. A palmeira raphis, as orquídeas em geral, bromélias e cactos completam essa lista. Uma outra alternativa, segundo os paisagistas é apostar e investir em sistemas de irrigação. Mas estes costumam sair um pouco mais caro do que a escolha adequada prévia.

Já para quem possui muitas plantas nas áreas externas, plantas em vasos ou jardineiras, podem ser plantadas com sistema de irrigação automático, muito comum hoje no mercado e encontrado em diversas lojas que comercializam material para jardinagem e paisagismo.

Publicidade:

Vale lembrar que, mesmo as plantas que são tidas como as ideais para os períodos de secura, não sobrevivem sem água por longos períodos. Tudo vai depender do ambiente – da umidade relativa do ar – das condições do solo, e da capacidade de retenção maior ou menor de água que cada planta possui.

Paisagistas ainda indicam o uso de um gel que pode reter até 90% de água para ser enterrado na raiz da planta, ainda durante o plantio dela. Ao entrar em contato com as bactérias do solo, o gel passa para o estado líquido e libera água para a planta. O processo pode durar de 30 a 90 dias. Para quem já as têm  plantadas, pode criar ainda um outro sistema: o de colocar uma garrafa pet com pequenos e quase imperceptíveis furos, cheia de água, junto ás plantas, para que vá irrigando lentamente o solo.

10. março 2014 por Steve Antonio Gomes
Categoria: Flores, Jardim, Paisagismo, Plantas | Tags: , , , |