Aprenda sobre a Planta Palmeira Rafis

Publicidade:

Hoje, nos grandes centros urbanos, quase não se vê o verde. Plantas variadas, árvores de diversas espécies, flores coloridas, são elementos muito raros e que deveriam fazer, obrigatoriamente, parte da paisagem, e isto por diversas razões que não apenas paisagismo. É o verde que mantém o ar mais saudável, a permeabilidade do solo – quase que apenas de concreto – mais capacitado para que as filtragens em período de chuva, não se contabilizem apenas em grandes enchentes. Há muitos movimentos advindos de diferentes origens para que o verde seja cultivado e a prática de reposição das árvores e das tantas outras mudas ocorra de forma consistente e duradoura.

E cada indivíduo pode fazer a sua parte. Nem que seja ao menos dentro de casa. Existem várias espécies que podem ser cultivadas nos interiores das residências e que além de não necessitarem de muito espaço, também não demandam de cuidados para lá de especiais. É o caso da palmeira rafis – mais conhecida como palmeira de ráfia.

Planta conhecida como ornamental, a palmeira rafis ou palmeira-ráfia pertence à família das arecaceaes, cuja origem natural é do sudeste asiático, mais especificamente do sul da China, da Indochina e do Japão. A espécie se caracteriza em especial por conta de suas folhas frisadas e palmadas, com longo pecíolo, cuja divisão ocorre entre as venações, formando um grande leque aberto.

Publicidade:

Com caules finos, não alcançam mais do que 3 metros de altura, podendo ser colocada em qualquer canto da casa. De coloração verde-escura e muito brilhante, de forma palmada e plissada, sua inflorescência se dá em particular na primavera, época em que surgem as flores pequenas e de coloração amarelada.

O tronco da palmeira rafis é revestido por diversas fibras, muito rústicas, das quais se podem fazer diversos tipos de artesanatos. Como se trata de uma planta que gosta de sombra, não precisa ficar em local onde bata muita luminosidade. Também não requer solo muito encharcado, em especial no período de frio, época em que a rega deve ser bastante reduzida.

Para quem não quer comprar uma muda já em desenvolvimento, precisa ter bastante paciência. Seu crescimento é lento, e precisa de substrato com boa drenagem. Não exige fertilização.

15. outubro 2013 por Steve Antonio Gomes
Categoria: Árvores | Tags: , , |