Aprenda a Cultivar Lindas Rosas

Publicidade:

Rosas são plantas  mundialmente cultivadas. Elas oferecem uma infinidade de tipos, subtipos, cores, aromas e formas, que vão desde as naturais e genuínas até as formas híbridas desenvolvidas em estufas para que possam melhor se ambientar em determinado tipo de clima e solo.

Como são plantas, necessitam de determinados cuidados na hora do plantio, do cultivo em especial por parte daqueles que as querem ter em casas, jardineiras e ou grandes jardins.

O primeiro cuidado é em relação à poda. Há dois tipos de podas que podem ser feitas com as rosas: a de formação e a de limpeza. A pode de formação em uma roseira também é conhecida, por especialistas em flores, como sendo de manutenção especifica para que a roseira cresça livre de certos aspectos. Ela deverá ser feita com tesoura, para que os tecidos vasculares não sofram qualquer tipo de dano. Além disso, a tesoura usada deverá estar afiada para que não provoque o ingresso de fungos nos ramos. O corte deverá ser feito sempre na posição diagonal. Ela também tem como objetivo dar a planta uma forma mais equilibrada e produtiva. Também promove o arejamento da planta.

Já a limpeza tem como finalidade principal a limpeza dos ramos, folhas e galhos que estiverem mortos. No caule da planta, é necessário encontrar o que se chama de gema para que a partir deste se faça o corte correto, para que a planta continue bem viva.

Publicidade:

Regar uma roseira também tem a maneira correta de se fazer. O solo onde ela está plantada não deverá ficar encharcado, caso isto ocorra, a probabilidade de que ela tenha sobrevida é bem grande. A terra deverá ser apenas molhada, deixado uma umidade natural no solo. Mas a rega deverá ser sempre constante.

Quanto à iluminação, alguns cuidados também deverão ser tomados. A planta deverá receber sol, entretanto não em excesso. Evite sombras, locais escuros, cantos escuros e ainda ambientes internos, já que não são propícios ao cultivo de roseiras. A temperatura ideal para este tipo de planta é a amena. Nada de calor protuberante ou frio ao extremo.

 

19. fevereiro 2014 por Steve Antonio Gomes
Categoria: Flores, Jardim | Tags: , , , |